O que você quer levar na bagagem para 2016?

 In Realização Pessoal e Profissional, Relacionamentos, Relações Familiares, Terapia Integrativa_Holística

Chega dezembro e junto com ele a correria do último mês do ano. As vezes nem o vemos passar, mas algumas pessoas começam nesse mês a sentir o peso de mais um ano sendo finalizado.

Percebi isso quando eu era paciente e na sala de espera do meu psicólogo via tantas pessoas em crise nessa época do ano. Perguntei para ele porque isso acontecia e ele me respondeu que por ser final de ano era normal as pessoas fazerem um balanço e com isso analisavam o que fizeram, o que não fizeram, o que ganharam, o que perderam e por aí vai.

O problema se estabelece quando as pessoas avaliam apenas o lado negativo do ano e ficam vibrando nessa negatividade. Isso faz mal a mente, ao corpo e a alma, como consequência entram em crise e muitas vezes podem até gerar inconscientemente doenças.

Resolvi escrever esse artigo hoje porque agora como terapeuta vejo de perto esses clientes que ao findar do ano olham apenas para aquilo que não ganharam ou atingiram.

Veja bem, acredito que deveríamos começar a agradecer por estarmos vivos e sobrevivermos a um ano realmente difícil. Isso já é um bom começo!

Um próximo passo seria perguntar o para que você passou por algumas situações não tão agradáveis esse ano, tudo tem um por que.

Depois de fazer toda essa avaliação seja grato, pois tudo é aprendizado. Talvez olhamos para uma situação ruim e não percebemos que ela tem um lado bom. Algumas pessoas têm como ganho o dinheiro, mas se você não ganhou dinheiro talvez tenha passado por uma situação onde deva ter sido obrigado a desenvolver um outro potencial que estava escondido e com a dificuldade ele precisou surgir. Talvez você não tenha tido um novo amor, mas talvez apenas talvez você durante o ano tenha aprendido a se amar. Você também pode ter sido obrigado a se posicionar em alguma situação em que não queria estar metido e ela fez você desenvolver a coragem e confiança em si. São tantos exemplos, mas tenha certeza que esses momentos difíceis contribuíram e muito para sua evolução.

Agora que já deve ter feito essa avaliação, agradeceu, que tal jogar fora o que realmente não serve mais para o próximo ano? Lembre-se que você tem o livre arbítrio para ficar mais um ano vibrando na negatividade ou se lembrar que pode tomar posse da sua vida, resolver os problemas e vibrar na positividade. Sim é uma questão de escolha, pois algumas coisas não podemos controlar, mas como vamos lidar com elas isso podemos fazer.

Que tal esvaziar a mala daquilo que não serve mais e começar um 2016 bem leve com muita positividade? Lembre-se que a escolha é sempre sua!

Um grande abraço, muita paz, luz e um 2016 com muita positividade para todos nós!

 

 

 

Fabiana Gomes
Terapeuta Holística.
Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search